[BN] - A Sombra que Conjuramos

29.8.14

Outro dia eu terminei de ler The Serpert's Shadow (A Sombra da Serpente, em português) de Rick Riordan. O que mais me chamou atenção foi uma frase narrada por Carter no final do livro; neste momento Carter estava começando o feitiço que acabaria com o Caos. Ele disse: 

"A person's shadow stood for his legacy, his impact on the world. Some people cast hardly any shadow at all. Some casts long, deep shadows that endured for centuries. I thought about what the ghost Setne has said - how he and I had each grown up in the shadow of a famous father. I realized now that he had not just meant it as a figure of speech. My dad cast a powerful shadow that still affected me and the whole world.
If a person cast no shadow at all, he could not be alive. His existence became meaningless."

Em uma tradução livre (não a do livro em português, pois nunca o li) ele está dizendo: "A sombra de uma pessoa é seu legado, seu impacto no mundo. Algumas pessoas [a maioria na verdade] mal conjuram uma sombra. Outras conjuram sombras compridas e profundas que duram por séculos. Eu pensei no que o fantasma Setne havia dito que ele e eu crescemos na sombra de um pai famoso. Agora eu percebo que ele não falou como uma figura de linguagem. Meu pai conjurou uma sombra poderosa que ainda me afeta, e ao mundo também.
Se uma pessoa não conjura sombra alguma, ele não precisava estar vivo. Sua existência se torna sem sentido."

Isso definitivamente me fez pensar em muitas coisas. Que sombras eu venho conjurando? Ou melhor, eu venho conjurando uma? Será que quando eu me for, deixarei um legado?

Bem, eu pretendo conjurar uma sombra imensa que irá afetar muitas pessoas, como a do Rick, do Dan Brown e do Stan "o cara" Lee. Eles revolucionaram a mundo fictício, que, quer queira quer não, afeta muito o mundo real. Essa é a sombra que vou conjurar.

E você, leitor, que sombra conjurará nesse mundo?


You Might Also Like

0 comments

Página Um Beijo