[R] - Morte Súbita, de J.K. Rowling

29.8.16

A nossa querida mestra, Joanne Rowling, sem dúvida é uma das maiores escritoras do século. A inacreditável e maravilhosa saga de Harry Potter para sempre viverá em nossos corações, em mim, pelo menos, sempre estará. Após terminar os livros do bruxinho, ela decide lançar um livro para adultos, o que para mim, faz sentido. Como escritor, sei como é sair da sua zona de conforto e escrever um livro completamente diferente – no meu caso, me aventurei com “Um Beijo”.


Um belo dia, me deparei com Morte Súbita em promoção na livraria, e o compro! O tempo passou e eu finalmente li o livro. Esperava uma história incrível, tão quanto Harry Potter, apesar do tema diferente, mas fui decepcionado.
Não vou negar: eu gostei do livro, de verdade. Os personagens são bem trabalhados e durante todo o livro ela se mantém fiel a eles, cada um agindo e reagindo como você espera de cada um. Contudo, são muitos personagens, todos conectados de alguma forma – parentesco ou coleguismo.
Durante a primeira metade do livro você fica um extremamente confuso, tentando lutar para descobrir quem é quem, confundindo o pai de fulano com o filho do sicrano. – SPOILERS DAQUI PARA FRENTE; VOCÊ FOI AVISADO – Você fica “esse é o que bate na esposa e nos filhos? Ou é o que está concorrendo para o cargo? Ou os dois?”.
Entretanto, o título do livro é extremamente perfeito para a história em si – tanto em inglês quanto em português, apesar de que na minha cabeça, o título nacional fez ainda mais sentido. A história começa com a morte de Barry Fairbrother, uma morte inesperada e súbita – há, viu o que eu fiz aqui – que deixa uma vaga no conselho distrital de Pagford – o que explica o título em inglês The Casual Vacacy, ou A Vaga Casual.
Com isso, em Pagford, começa uma verdadeira guerra de campanhas para eleger o novo membro do conselho. O único problema é que os membros estão divididos entre duas opiniões: a de aceitar como parte de seu munícipio o bairro Fields – que seria como a o Itaim Paulista; um bairro com casas populares e de pessoas pobres –e a outra de devolver esse bairro para o munícipio ao lado, a quem originalmente pertenciam, Yarvil.
A divisão acontece por que, se Fields voltar para Yarvil, eles serão completamente esquecidos e jogados na miséria, o que simplesmente acabaria com os principais projetos sociais do bairro. Mas, mantê-lo em Pagford, geraria uma despesa muito grande para eles, o que poderia acarretar em vários outros problemas, como o da educação local, que perderia qualidade.
Com Barry apoiando Fields como parte de Pagford, o conselho estava dividido e nunca chegava a uma decisão. E sua morte trouxe uma oportunidade para seus inimigos conseguirem um novo aliado, destruindo tudo pelo que Barry lutou.

Morte Súbita é um livro para leitores que não desistem, pois apenas na metade dele é que você começa a entender tudo que está acontecendo – por que o que eu descrevi aqui, é apenas parte do enredo, pois existem muito mais coisas acontecendo ao mesmo tempo. Mas sem dúvida, se você é fã da J.K., você consegue chegar ao final – no qual, outra personagem completamente inesperada tem uma morte súbita, fechando assim o ciclo e, ainda, dando mais sentido ao título nacional.

You Might Also Like

0 comments

Página Um Beijo