[EN] - Tatiane Durães, autora de As Faces da Luz

23.8.16




UDF – Como você decidiu se tornar escritora?
TD  Foi lendo outras obras, outras histórias, que tive vontade de transmitir as emoções que sentimos ao ler um livro a outras pessoas.
UDF – As Faces da Luz um livro de fantasia. O que te levou a escrever sobre esse tema?
TD  Eu respiro fantasia, então, acho que foi natural que meu primeiro livro fosse desse gênero.
UDF – Como é ser escritora de fantasia no Brasil?
TD  Complicado! Rs... O Brasil não é um país que tem por hábito a leitura, pelo menos a grande massa de brasileiros. Dos que leem, ainda tem uma parcela que tem preconceito com a literatura nacional. Então, podemos dizer que é uma carreira difícil e pouco valorizada.
UDF – O que você acha da entrada da literatura jovem estrangeira no Brasil? Como é ter sua literatura convivendo com esses livros?
TD  A literatura estrangeira vende muito mais. Seja pelo marketing das editoras, das livrarias ou pelo simples fato que o leitor torce o nariz para o nacional e dá preferencia para o estrangeiro. Mas eu creio que uma hora, um dia, todos vão estar lendo de tudo. Parando de se importar com a nacionalidade do escritor.
UDF – De onde você tira inspiração para escrever?
TD  De tudo! Jogos, música, filmes, livros, ao lavar a louça, sonhos.... Tudo vira uma história em minha mente. Depois eu só filtro as que acho realmente legais.
UDF – Que dica você daria para os novos escritores que acompanham o Um Dia Frio?
TD  Paciência e persistência. São duas coisas que tem que caminhar juntas na carreira de escritor. Você precisa ter paciência, pois o começo não é fácil e persistência para não desistir diante das primeiras dificuldades que lhe forem apresentadas. Também, precisa estudar e sempre estar disposto a melhorar e crescer na sua escrita. Assim como acontece em qualquer carreira.
UDF – O que você está lendo atualmente e que livro indica para os leitores do blog?

TD  Estou lendo A Batalha do Apocalipse, do Eduardo Spohr. Super indico para quem gosta de literatura fantástica. Além desse, também indico vários outros livros nacionais de fantasia que já li e adoro, como: A Arma Escarlate, da Renata Ventura; Os Mistérios de Warthia, da Denise Flaibam; O Código Élfico, do Leonel Caldela; Híbrida, da Mari Scotti; Cores de Outono, da Keila Gon; Sombras do Medo, da Camila Pelegrini.



You Might Also Like

0 comments

Página Um Beijo