Tudo que você precisa saber sobre Ahsoka Tano

21.9.16

Hey there,
Você deve estar se perguntando por que um textão desse para falar de uma personagem de Star Wars. Bem, a resposta é simples: olhe o instagram! Além de Ahsoka ser minha personagem favorita, ela tem uma história magnifica e ganhará um livro em breve! Então, sim, estou colocando aqui o que você precisa saber sobre ela para ler essa futura história!
Ahsoka Tano, chamada de “Snips” por seu Mestre, Anakin Skywalker, foi uma Padawan que, depois das Guerras Clônicas, ajudou a criar a rede de rebeldes contra o Império Galáctico. A Togruta feminina foi descoberta em seu planeta natal, Shili, pelo Mestre Jedi Plo Koon, que a levou até o templo de Coruscant para começar seu treinamento Jedi. Depois do começo das Guerras Clônicas, o Gran Mestre Jedi Yoda atribuiu a jovem Tano para ser a Padawan de Anakin Skywalker, um Cavaleiro Jedi na época. Devido à vontade de Ahsoka para provar-se capaz e a reputação de imprudência, eles tem um começo difícil como mestre e aprendiz. Ainda assim, eles trabalham juntos para resgatar Rotta, o filho de Jabba o Hutt, o que resulta em uma aliança entre o Clã Hutt e a República Galáctica. 

Como comandante do Grande Exército da Republica, Tano achou um mentor no Capitão Clone Rex, da 501ª Legião, com quem ela e Skywalker colaboraram para combater a Confederação dos Sistemas Independentes. Na sua primeira missão como comandante durante a Batalha de Ryoth, Ahsoka desobedeceu as ordens de seu Mestre e perdeu quase todo seu esquadrão de pilotos, mas depois ela, mesmo com sua autoconfiança partida, ela criou uma estratégia que levaria a vitória a Republica em Ryloth.
Durante as Guerras, suas missões levaram-na a combater uma variedade de inimigos, como General Grievous e a Aprendiz de Sith, Asajj Ventress, além de diversos Caçadores de Recompensas, como Cad Bane e Aurra Sing. Com o tempo, ela amadureceu e tornou-se uma líder respeitada, contribuindo com vitórias-chave para a vitória da Republica, incluindo a Segunda Batalha de Geonosis e a Batalha de Mon Cala.
Talvez seu maior feito tenha sido durante seus dias como cativa dos temíveis Trandoshan. Durante esses dias, ela, sem seus sabres de luz, mas com a Força ao seu lado, foi capaz de sobreviver a uma caçada – literalmente – e liderar um pequeno grupo de Padawans que também estavam sob domínio dos Trandoshan. Adicionalmente, ela ajudou a libertar um imenso grupo de Togrutas que haviam sido levados como escravos e serviu de conselheira para um grupo de rebeldes de Onderon, que tentava libertar seu planeta da ocupação Confederatista.
Numa cadeia de eventos, Tano foi acusada de bombardear o Templo Jedi. Isto a levou a uma expulsão forçada da Ordem – já que, devido aos tempo de guerras, ela foi considerada uma criminosa contra a República, e não apenas contra os Jedi – e a um julgamento. Os esforços de seu Mestre, Skywalker, descobriram que a verdadeira culpada pelo ataque fora Barriss Offee, uma Padawan, que foi aprisionada. Contudo, ela perdeu sua fé no Conselho Jedi. Ahsoka recusa a oferta para retornar a Ordem Jedi, ao invés, ela parte em busca de um novo caminho.
Quase vinte anos depois, o retorno de Ahsoka Tano acontece durante Guerra Civil Galáctica. A medida que o Império Galáctico chega ao poder, Tano se torna uma figura importante em uma rede de células rebeldes que ela monta ao lado do Senador Bail Organa. Sob o codinome “Fulcrum”, ela fornece inteligência para várias facções insurgentes, incluindo uma baseada em Lothal, que é liderada por Hera Syndulla.



You Might Also Like

0 comments

Página Um Beijo