[R] - Star Wars: Um Novo Amanhecer, de John Jackson Miller

28.10.16

Quando você vê o logo espetacular de Star Wars na capa de um livro, você espera que a histórias nas páginas sejam perfeitas, cheias de aventura, ação, mistério e sabres de luz. Três, desses quatro, você consegue encontrar em Um Novo Amanhecer. Se você é fã do desenho Star Wars: Rebels, como eu sou, então você já começa o desenho se perguntando como foi que Kanan Jarrus juntou-se aos membros da nave Ghost. E neste livro, você não apenas descobre como isso aconteceu, como também descobre a história épica por trás.
O livro começa com o passado de Kanan, quando ele ainda era o Padawan, Caleb Dume. Esta pequena parte é para mostrar um pouco como era a vida de Kanan antes de ser forçado a esconder-se após a Ordem 66 e a dominação da galáxia pelo Imperador Papaltine. Então, partimos para Gorse, no presente. Gorse é um planeta de mineradores do qual você nunca ouviu falar, mas pelo qual você se apaixona no decorrer do livro. 
A história gira em torno das politicas e interesses do Império na lua de Gorse, Cynda, que é cheia de torilídio, um metal importantíssimo para fabricação de naves e estações espaciais. Quando nós somos apresentados ao terrível e assustador Vidian, um imperial meio ciborgue, meio humano, você percebe que ele é o vilão da história, mas apenas no fim você descobre a complexidade dos seus planos – que vão muito além do que você, ou os personagens, sabem.
Um Novo Amanhecer é repleto de personagens com passados secretos – até o principal, mesmo que o leitor saiba desse passado, ninguém mais o sabe – e personagens extremamente cativantes, como Hera Syndulla, uma Twi'lek corajosa, e a capitã interina Sloane, que apesar de estar do lado do Império, é muito mais do que uma peça nas mãos de Vidian.
Depois de fugir, lutar e esconder-se, Kanan, Hera e dois companheiros descobrem que os planos de Vidian envolvem destruir completamente a lua, o que custaria o planeta Gorse, já que sem sua lua, ele se tornaria inabitável e, quem está no planeta, consequentemente, morreria.
A parte mais interessante desse livro é que os planos de Kanan e Hera nunca saem como eles queriam, e por isso, precisam improvisar. Cada ideia absurda que eles têm acaba colocando-os em situações ainda mais perigosas, até que a única saída de Kanan é revelar-se como um Jedi, condenando seu disfarce e jogando-o em uma vida de fugitivo ainda pior do que a que ele vem tendo. Infelizmente, ele não faz isso da melhor maneira que alguém pode fazer no universo de Star Wars: sacando um sabre de luz.
Esta história trás um final surpreendente e imprevisível, como todo bom livro e, principalmente, como todas as histórias que fazem parte de Star Wars, seja Legends ou Canon. Ler esse livro, se você é fã de Star Wars, é uma obrigação, mas se não é, é uma grande porta de entrada. Um Novo Amanhecer entra facilmente na minha lista dos melhores livros que já li, apesar de que, se eu ler todos os livros que quero do Star Wars, vou ter que fazer uma lista exclusiva para eles.

You Might Also Like

0 comments

Página Um Beijo