[BN] - Preconceito Literário IV: Existe livro bom e ruim sim (Part. 2)

1.11.16




 

No post anterior, eu falei um pouquinho sobre livros que tem boas histórias mas tem péssima qualidade por motivos que superam o enredo. Hoje é o contrário! Os livros listados são livros com enredos meia boca mas que possuem escrita maravilhosa. Confira:


ESCRITA MUITO BOA MAS HISTÓRIA MEDIANA (para o meu gosto, levem isso em consideração):


1.       Percy Jackson e os Olimpianos- Rick Riordan: Mais um vez repito, EU não curto muito a história dos livros, não sou chegada nesse tipo de contextualização que o Rick faz, mas reconheço que ele é um excelente autor, soube montar muito bem os personagens, remoldar a mitologia que já conhecemos, soube conservar as características dos seres e mitos ao mesmo tempo eu que deu uma nova roupagem a eles. Rick fez um trabalho incrível com essa saga, pontuou maravilhosamente os ambientes, as ações, a trama completa. Com certeza ele é um ótimo autor, trouxe a tona um tema que geralmente não prende muito o publico infanto juvenil nas aulas de historia/filosofia mas que com um trabalho excelente introduziu esse gosto na vida de muitos jovens. E mesmo que eu não goste da temática dos livros, sou incapaz de dizer que é um livro ruim, porque não é!


HISTORIA ÓTIMA MAS ESCRITA CANSATIVA


2.       IT- Stephen King: neste caso o enredo é ótimo, a escrita também, mas a excessiva descrição das coisas torna o livro cansativo e faz com que as pessoas desistam da obra (já tentei ler IT umas três vezes e sempre paro na metade, não sei se pelo fato de ser ebook). Essa característica faz com que muitas pessoas considerem um livro ruim, quando na verdade ele tem todas as qualidades de um livro bom, mas é muito extenso.


3.       Dom Casmurro- Machado de Assis: Livrinho este é que alvo do amor e ódio de muitos, tanto aqueles que foram obrigados a ler como aqueles que leram por curiosidade mesmo. Mais uma vez tempos um exemplo de história excelente, mesmo para quem não gosta de romances (eu). O livro é tão bom que até hoje causa divergência em sua conclusão, ao meu ver, um livro que é capaz de dividir tantas opiniões a respeito dos relatos do personagem principal é um livro fantástico que cumpre sua missão que introduzir o leitor ao universo da trama. A grande faca de dois gumes dessa obra é o  Machado de Assis  (trocadilho bextaa) que escreve muito bem, mas da muitas voltas para contar um história que poderia ser mais objetiva. Ao mesmo tempo que a escrita com floreios traz poesia à obra, ela deixa o leitor com aquela sensação de “anda logo meeeeu”. Talvez por isso tantas pessoas condenem essa obra maravilhosa.



BONUS!!!

ENREDO MIXURUCA MAS HISTÓRIA BEM ESCRITA:

4.       O seminarista- Bernardo Guimarães: A história desse livro é beeeeem clichê: o rapaz que quer ser padre vive uma luta contra o grande amor que sente pela vizinha, da mesma forma que amada luta contra o amor que sente pelo futuro padre. Histórianha bem boba, bem água com açúcar, mas é objetiva e não faz a leitura ser aquele martírio todo (principalmente quando é leitura forçada de ensino médio).  A história não possui pontos muito altos, ao meu ver, mas ele é escrito de forma tão clara, objetiva, sem rodeios (completamente o oposto de Dom Casmurro), que é tolerável.



Claro que essa lista segue, mas seria muito extensa, mais do que já é, mas o objetivo é mostrar pra vocês que o que nos impulsiona a classificar um livro como bom é o enredo, porem este não deve ser avaliado isoladamente. Existem livros com bons enredos mas construções péssimas ou livros com péssimas construções e enredos fabulosas.  Esse tipo de avaliação é gostosa de se fazer e nos aprimora como leitores, e porque não, como pessoas.

You Might Also Like

0 comments

Página Um Beijo