[E] – Três segredos de uma história mais poderosa

17.4.17

por Jerry Jenkins | tradução de Leandro Zapata
Você já sentiu, como eu, que algumas de suas cenas se tornaram planas e você se convenceu que não tem oomph o bastante na página para o leitor, ainda mais fazer um editor comprar sua história. Aqui estão três coisas que eu lembro a mim mesmo quando estou diante desse dilema. Então, uma rápida, porém pesada, edição e reescrita me colocam de volta no caminho certo.


Criando uma história que cativa seu leitor

1. Saia do palco. O desafio mais difícil para qualquer artista criador é resistir à tentação de se mostrar. Nosso nome estará na capa, e nós amamos lembrar o leitor com uma frase qualquer ou uma escolha de palavra. “Fui eu quem criou essa mensagem”.
Mas os melhores escritores, como os melhores compositores e pintores, sabem que não é sobre eles. É sobre a arte, o conteúdo.
Qualquer coisa que se coloque entre a história e o leitor – sim, até mesmo você – é intrusivo.
Um leitor ciente de sua técnica, até mesmo do seu talento, pode perder a mensagem. Se o pianista ofusca sua técnica, a arte do compositor pode ser comprometida. Seduza leitores fazendo cada palavra valer, usando aqueles que eles entendem ao invés daquelas que os farão pensar.
Um verdadeiro clássico transporte o leitor. Force a si mesmo a sair do caminho para que a mensagem possa chegar à alma do leitor.

2. Não comprometa. Permaneça verdadeiro a sua mensagem. Seja capaz de expressar essa mensagem em uma frase e cole em um lugar que você pode ver. Isso te manterá no ponto certo durante o processo.

3. Injete conflito. Esse é a prova de falhas. Quando nada parece estar trazendo vida a sua prosa, conflito irá. Você provavelmente já me viu escrevendo sobre isso antes, e você verá outra vez. É um pecado entediar o leitor, então se você tem dois personagens em uma cena e eles estão concordando com sorriso no rosto, você está pecando.
Apenas faça um deles responder de maneira sarcástica, rude, discordante, irritado ou defensiva (ou todas acima), e veja o que acontece. Conflito é o motor da ficção, e irá iluminar a página – e seu leitor.
Qual é o seu maior desafio ao escrever? Deixe nos comentários!

Fonte: http://www.jerryjenkins.com/3-secrets/

You Might Also Like

0 comments

Página Um Beijo