[T] – Por que a varinha de Hagrid funciona?

13.9.17

Ou melhor, guarda-chuva rosa que pode fazer magia.
Nós conhecemos o meio gigante nos primeiros capítulos de Harry Potter e a Pedra Filosofal. O vemos como um cara grande que carrega, estranhamente, um guarda-chuva cor-de-rosa que faz magia. Ele acende uma lareira, faz um rabo de porco cresces em Duda Dursley e, no terceiro livro, cresce abóboras gigantes para Bicuço. No entanto, como ele pode fazer magia, já que lhe foi proibido ao ser expulso de Hogwarts durante seu terceiro ano e ter sua varinha partida ao meio, tudo por consequência da armação de Tom Riddle?
Como vemos em Harry Poter e a Câmara Secreta, quando a varinha de Ron Weasley é partida – mesmo que não no meio exatamente – e remendada, apesar de conseguir fazer feitiços, eles sempre saiam pela culatra a afetavam o próprio conjurador – o que foi acabou com a vida de Lockhart. E em Relíquias da Morte, a varinha de Harry se parte ao meio, exceto por um fio de pena de fênix que a mantem unida. No caso de Harry, mesmo que ele remente a varinha, ela não soltaria qualquer feitiço; e até mesmo Olivaras afirma que ela está além de qualquer reparo. Porém, Harry consegue consertá-la usando a Varinha das Varinhas.


Também não é possível que Hagrid compre uma nova varinha, já que a dele era feita de Carvalho Inglês que, de acordo com o site Pottermore – que todos sabemos ser a fonte oficial de informações desse universo –, é uma varinha “amiga e leal, assim como o bruxo que as merecem”. Praticamente uma descrição do meio gigante. A de Hagrid possuí 40 centímetros – ou 16 inches – o que é extremamente raro, indo apenas para bruxos com algum tipo de peculiaridade – outra vez, descrevendo Hagrid, basicamente. E por fim, a flexibilidade de uma varinha demonstra como ela e o bruxo se adaptam facilmente e estão prontos para mudarem quando preciso; por isso, a varinha se torna um guarda-chuva rosa e está bem com isso.
Durante todos os livros, fica claro que partes da varinha do meio gigante estão no guarda-chuva, como Hagrid consegue conjurar feitiços sem que eles saiam errado? A teoria a seguir, cujos créditos vão para os Super Carlin Brothers, responde essa pergunta. E essa resposta está em Animais Fantásticos e Onde Habitam.
O filme se passa em 1926, o mesmo ano em que Voldemort nasce e dois anos antes de Hagrid. E também 17 anos antes que a Câmara Secreta é aberta pela primeira vez, o que causou a morte de Murta Elizabeth Warren, portanto é em 1943 que Hagrid é expulso e tem sua varinha quebrada ao meio.
Durante o filme, descobrimos que Dumbledore tem uma afeição por Newt. O mesmo tipo de sentimento que ele desenvolveria por Hagrid alguns anos depois. Essa é a primeira coisa que ambos os personagens têm em comum. Além de ambos serem fascinados por animais fantásticos e serem expulsos de Hogwarts sob falsos pretensos. Não sabemos por que Dumbledore gosta tanto de Newt, mas talvez, ele goste de Hagrid por causa de Newt – e o futuro diretor é o único que acredita que Hagrid é inocente e desconfia de Tom Riddle.
E durante esse período, Voldemort não era a grande ameaça ao mundo bruxo, mas sim, Grindelwald.
Hagrid foi expulso dois anos antes do aclamado duelo entre Dumbledore e Grindelwald. Um duelo que vamos eventualmente ver nos novos filmes, já que ele é o principal vilão da saga e o ator para o papel de Dumbledore foi contratado.
O meio gigante é fascinado pelos animais fantásticos e é expulso de Hogwarts sob os cuidados de Dumbledore, por isso, talvez o vejamos durante os filmes. E como Newt é o personagem principal, ele com certeza estará próximo de Dumbledore. Não há dúvida que Hagrid e Newt irão se conhecer em algum momento da saga, e ambos estarão presentes no duelo supracitado.
Nós sabemos dois fatos: 1. Grindelwald usará a Varinha das Varinhas no duelo, a qual SEMPRE deve vencer duelos para seu mestre. 2. Dumbledore vence o duelo. Como? A resposta está no título do filme: Animais Fantásticos.
No primeiro filme, vemos o bruxo das trevas sendo derrotado por Newt, não em um duelo, mas sim por causa de um animal fantástico – mais especificamente, um Swooping Evil. Tanto Newt quanto Hagrid estarão no duelo e que, graças a uma criatura, Dumbledore será vitorioso e será o novo mestre da Varinha das Varinhas. Então, como agradecimento, ele conserta a varinha de Hagrid – o melhor presente para alguém que achava que não poderia mais fazer magia e havia acabado de atingir a maior idade, 17 anos –, mas a transforma em um guarda-chuva rosa, por causa da proibição.
Isso também explica por que Dumbledore confia sua vida a Hagrid – como o próprio afirma durante o prólogo do primeiro livro –, pois ele já confiou antes. E também por que Hagrid fica tão irado quando falam mal de Dumbledore: o meio gigante é extremamente leal ao diretor, quem devolveu sua varinha e manteve o segredo.

E aí? Concorda com a teoria? Quero saber nos comentários!

You Might Also Like

0 comments

Página Um Beijo