[E] - Os cinco erros mais comuns que eu vejo nos manuscritos de novatos – Pt.2

6.11.17

por Jerry Jenkins | tradução de Leandro Zapata
Este post é continuação deste.
4. Clichês, e não apenas palavras e frases
Também existem situações clichês, como começar sua história com o principal acordando com o alarme de um relógio, um personagem se descrevendo olhando para um espelho grande, futuros interesses amorosos literalmente se esbarrando no primeiro encontro, etc.
Evite, também, começar uma cena evocativa ou dramática, e surpresa, surpresa, o personagem principal acorda e descobre que não passou de um sonho. Não há nada de errado com sonhos, mas tê-los como surpresa foi usado tantas vezes, que já tiram o ar do balão e matam sua história.
Também é clichê que seu personagem principal sinta o coração bater, acelerar ou martelar; e então ele ofega, puxa o ar, perde a respiração... Se descrever a cena de maneira correta, seu leitor deve experimentar tudo isso e você não deveria ter dito que seu personagem sentiu. Coloque seu personagem em uma situação rude o suficiente, e seu leitor saberá que ele está sentindo isso sem que seja dito a ele – e, se der certo, ele irá compartilhar essas sensações.
5. Escrita ruim, pura e simples
5.1. Escreven-guiça
É assim que eu chamo aquela língua especial que nós todos costumamos usar quando esquecemos de APENAS DIZER.
5.2. Escrita on-the-nose
Roteirista de Hollywood usam esse termo para os textos que espelham a vida real, mas falham na hora de avançar o enredo. Não há nada de errado com as palavras em si, exceto que elas poderiam ser sinopsazadas para salvar tempo e a paciência de seu leitor. Um perfeito exemplo é trocar os oi’s e ola’s e como vai’s que precedem diálogos significativos por algo como, “Depois de cumprimentarem-se, Jim perguntou a Fred se ele tinha ouvido o que aconteceu com Tricia. ‘Não, o que?’”
5.3. Voz passiva
Evite verbos de estado. Mude sentenças como “Um homem estava de pé...” para “De pé, um homem...”.
5.4. Palavras desnecessárias
A mais famosa das regras da bíblia dos escritores, The Elements of Style, é “oculte palavras desnecessárias”, o que já está seguindo sua própria regra.
Exemplo: A assistente administrativa me empurrou pela porta para aberta dentro do escritório do CEO, e eu sentei em uma cadeira do outro lado de sua mesa grande de madeira.
Edite: A assistente administrativa me empurrou pela porta aberta para dentro do escritório do CEO, e eu sentei em uma cadeira do outro lado de sua mesa grande de madeira.
Obviamente, haveria uma porta. E mais obviamente, ela estaria aberta. Se eu sentei, seria naturalmente em uma cadeira. Por que estou vendo o CEO, a descrição da mesa seria notável se não fosse apenas grande e de madeira.
Resultado: A assistente administrativa me empurrou para dentro do escritório do CEO, e eu sentei do outro lado de sua mesa.
Reexamine esses cinco erros comuns e estude mais dicas de auto-edição, então, compartilhe abaixo suas dicas para transformar rejeições em vendas.

Fonte: https://www.jerryjenkins.com/5-common-mistakes-see-beginners-manuscripts/

You Might Also Like

0 comments

Página Um Beijo